Participantes

A participação no I Congresso Latinoamericano de Cultura Viva Comunitária é aberta e democrática, de forma presencial e também através de fóruns virtuais e mecanismos de representação. Todos e todas interessados(as) podem inscrever-se nas diversas atividades e comissões de trabalho, cujas conclusões e documentos farão parte da Declaração do I Congresso Latinoamericano de Cultura Viva Comunitária.

Neste sentido, se propõe a participação em uma série de espaços, oficinas e comissões abertas.

De modo complementar a estas instâncias, a organização se propõe a garantir a presença de 600 delegados credenciados ao Congresso, pertencentes a distintos âmbitos:

  1. Organizações e processos de Cultura Viva Comunitária dos 21 países da América Latina;
  2. Lideranças de Redes Continentais impulsionadoras da iniciativa (Rede Latinoamericana de Arte para a Transformação Social, Rede Latinoamericana de Teatro em Comunidade, ALACP – Articulação Latinoamericana Cultura e Política, ALER – Associação Latinoamericana de Educação Radiofônica, entre outras);
  3. Lideranças de todos os coletivos nacionais de fortalecimento da Cultura Viva Comunitária;
  4. Legisladores e gestores públicos comprometidos com esta iniciativa em distintos países;
  5. Convidados de outros movimentos sociais e culturais latinoamericanos ambientais, populares e comunitários
  6. Acadêmicos, pesquisadores, Centros de Estudos e Universidades do Continente.
  7. Grupos de Jovens, organizações e coletivos participantes das diversas atividades públicas

Deste modo, e para evitar uma dinâmica compartimentada, estanque ou desarticulada, durante a realização do Congresso está prevista a realização periódica das Assembleias Abertas de Cultura Viva Comunitária onde poderemos socializar e recuperar a produção e os debates em cada âmbito, de maneira que protagonizamos um processo integral e aberto, enriquecido pelas visões de todas e todos.